DJ Dyamante emplaca mais uma música na indústria nacional e internacional

  



Com diversas passagens memoráveis na vida, o artista relembra a época em que pode tocar em seu bairro e viu todos gritando seu nome

Iniciando sua carreira como um dos produtores da Roda de Funk, do Rio de Janeiro, DJ Dyamante, que já conta com 15 anos de carreira, foi o primeiro DJ do MC Deluz, MC Talibã, MC RD, e do Mr. Catra com quem ficou até sua partida. Nascido no Morro Agudo, sempre foi apaixonado pelo funk, o que o inspirou a seguir o caminho como DJ de diversos artistas de renome do estilo


Com diversas passagens memoráveis na vida, o artista relembra a época em que pode tocar em seu bairro e viu todos gritando seu nome. “Vê as pessoas me recepcionando tão bem, amigos chorando, vibrando, foi com certeza o momento mais emocionante para mim. Eu queria gritar, chorar e abraçar todos, me segurei para fazer uma entrega incrível para todos que foram me ver e me prestigiar. E o melhor, foi em uma das casas de show que sempre quis tocar”, comenta o profissional que ainda relata que na época não conseguiu dormir direito, pois havia sido um momento único.


Dyamante é responsável por muitos hits como o ‘É Que Ela Senta Forte’, ‘Ô Sorte’ e ‘Sentadinha Diferente’ que já atingiu mais de 11 mil visualizações no YouTube. Atualmente, o DJ e Produtor vem expandindo seu trabalho onde suas músicas têm atingido de forma positiva e viralizando em outros países como em Portugal. Seu novo sucesso "Jogadinha diferente" foi lançado dia 08/09, já tem 908 vídeos da dancinha e 3 milhões de visualizações nos vídeos do TikTok.


“É algo que não consigo explicar com palavras, é um misto de felicidade com realização. Sempre acreditei que um dia iria bater uma música, mas nunca imaginaria artistas cantando minhas músicas. Nem mesmo podia imaginar que poderia estar entre os virais do Brasil, Portugal e muito menos no Global, é algo que as palavras não explicam”, comemora.


Pronto para novos desafios, o DJ acredita que seus diferenciais fazem com que o público goste tanto do seu som. “O que tenho de diferente sem sombras de dúvidas são os pintinhos e a performance ao vivo. Não coloco reta em um ped e sim, faço o ao vivo real, ou seja, se parar de apertar, para de tocar”, finaliza.


Fotos: André Souza

Nenhum comentário: