Réveillon da AV Paulista reúne milhões de pessoas com artistas consagrados


Um dos principais cartões postais de São Paulo, a Avenida Paulista, centro financeiro do país, e também a maior cidade da América Latina, conseguiu celebrar a entrada de 2023, em grande estilo, após interrupção consecutiva em duas edições anteriores, ocasionadas pela pandemia, desse notório evento, que faz parte do calendário oficial da cidade e é uma referência nacional em eventos, por reunir 1,3 milhão de pessoas, segundo o prefeito, é sempre um dos maiores do ranking de quantidade de público no Brasil.

Com a tutela organizacional da Prefeitura de São Paulo, sobre a gestão do prefeito Ricardo Nunes e também de Gustavo Pires, presidente da SPturis, o evento surpreendeu a todos em termos de infraestrutura, segurança, transporte e logística. Os detalhes no planejamento desta festa foram meticulosamente estudados, para serem implementados com segurança e eficiência, no intuito de proporcionar ao público, uma memorável e inesquecível experiência de réveillon. Segundo os organizadores, o evento deve gerar uma economia para a cidade de R$ 600 milhões. Desta vez a festa da virada não terá patrocinadores – a própria Prefeitura é que vai investir na festa.

O palco foi instalado no final da Avenida Paulista, entre as ruas Haddock Lobo e Bela Cintra com 16 metros de largura, 20 de profundidade e 8 de altura - maior do que nos anos anteriores. Com o tema “O Momento do Reencontro”, a festa contou com shows de Fafá de Belém com Aíla e Roberta Carvalho; Padre Fábio de Melo com Ziza Fernandes, o rapper Xamã, Tierry, Leonardo e a Escola de Samba Mancha Verde. Foram cerca de 12 minutos de queima de fogos silenciosos e shows que perduram depois das 3 horas da madrugada e o metrô vez uma mega operação de 24 horas, para transportar boa parte dos presentes.

Para Viviane Pacheco (comerciária) que estava presente, acompanhada do namorado, Jefferson Alves: “essa festa é um sucesso, cada ano está melhor, já marcou presença desde 2018, fiquei 2 anos sem vim por causa da pandemia, mas a cada edição está melhor, parabéns a todos os profissionais envolvidos, muito seguro, bem organizado, sensacional, com certeza estarei presente ano que vem”, destaca a comerciária emocionada.

 

 Texto: Rodrigo Lico, jornalista diplomado (MTB: 0061303-SP)

Nenhum comentário: